Paleopatologia: fósseis como registros de sobrevivência*

02 de outubro de 2022 Por: Stella Maciel Quirino *Texto publicado também no espaço biótico <confira aqui> A patologia é uma área de estudo focada nas reações dos tecidos do corpo a lesões e a agressões como infecções e intoxicações. Especificamente, trata-se dos processos de degeneração (acúmulo de substâncias nas células), cicatrização tecidual, morte celular,Continuar lendo “Paleopatologia: fósseis como registros de sobrevivência*”

Que preguiça de extinção!

01 de outubro de 2022 Por: Eduardo Gutseit Mudanças climáticas, poluição do ar e da água, extinção de espécies animais e vegetais… É bem claro para nós, hoje, que os seres humanos são responsáveis por grande parte das mudanças ambientais observáveis aos nossos olhos. Modificamos o mundo natural ao nosso redor para formar grandes sociedades,Continuar lendo “Que preguiça de extinção!”

Humanos pré-históricos comiam “elefantes”?

27 de setembro de 2022 Por: Elisa Rocha de Castro Há alguns milhares de anos, várias espécies de grandes mamíferos coexistiam com os seres humanos no Brasil. A Notiomastodon platensis foi uma dessas espécies, um animal semelhante aos atuais elefantes viveu aqui entre 120 e 21 mil anos atrás. Assim como grande parte da extinçãoContinuar lendo “Humanos pré-históricos comiam “elefantes”?”

A falsa hegemonia dos grandes dinossauros

26 de setembro de 2022 Por: Theo Karam Vieira Maciel Quando pensamos em dinossauros, logo nos vem à ideia uma Terra completamente dominada pelos gigantes Tiranossauros rex, com suas garras e dentes afiados, e Brachiosaurus, com seu longuíssimo pescoço capaz de alcançar a copa das mais altas árvores. Mas será que eles realmente dominavam todoContinuar lendo “A falsa hegemonia dos grandes dinossauros”

Modern family

24 de setembro de 2022 Por: Eduarda Rodrigues Você sabia que dinossauros, animais já extintos, como Tyrannosaurus rex e alguns velociraptors têm relações com aves existentes nos dias atuais, como galinhas e pombos, por exemplo?! Algumas descobertas cientificas mostram que as aves surgiram, mais precisamente evoluíram, a partir de características que já estavam presentes emContinuar lendo “Modern family”

Purussaurus, o jacaré gigante da Amazônia*

26 de setembro de 2022 Por: Gabriela Pereira Ribeiro *Texto publicado também no espaço biótico <confira aqui> Não é novidade que a região amazônica é um dos lugares com maior biodiversidade de fauna do mundo, incluindo de jacarés. Lá existe o maior número de espécies diferentes desse predador. Mas você sabia que a Amazônia brasileiraContinuar lendo “Purussaurus, o jacaré gigante da Amazônia*”

Berthasaura, o primo banguela e brasileiro do Tiranossauro*

26 de setembro de 2022 Por: Gabriela Monteiro Guimarães *Texto publicado também no espaço biótico <confira aqui> Um achado paleontológico brasileiro coletado na pedreira “Cemitério dos Pterossauros” próxima ao município de Cruzeiro do Oeste, Paraná, apresenta um esqueleto quase completo de Berthasaura leopoldinae, uma espécie pertencente ao grupo dos terópodes: dinossauros conhecidos por serem grandesContinuar lendo “Berthasaura, o primo banguela e brasileiro do Tiranossauro*”

Revisão e perspectivas dos incomuns hábitos alimentares do crocodiliano Mourasuchus

24 de setembro de 2022 Por: Camila Cristina Dentre os vários animais que já viveram aqui na Terra, o curioso crocodiliano Mourasuchus têm despertado o interesse de paleontólogos, por causa das suas possíveis formas de se alimentar. Os crocodilianos no geral são animais relativamente grandes, semiaquáticos e predadores de topo, alimentando-se de crustáceos, moluscos, peixesContinuar lendo “Revisão e perspectivas dos incomuns hábitos alimentares do crocodiliano Mourasuchus”

Asas de insetos: qual sua origem?

26 de setembro de 2022 Por: Ana Luiza Silva Araújo Os insetos constituem o grupo de animais mais abundantes, ocupando quase todos os habitats do planeta. Atualmente, atribuímos essa realidade ao fato de que grande parte deles possuem asas. O voo dos insetos, possibilitado pelas asas, apresenta variadas funções importantes nos hábitos desses animais, comoContinuar lendo “Asas de insetos: qual sua origem?”

De quem é este ovo? Primeiro registro de um ovo amniótico do Cretáceo Inferior (entre 145 e 100,5 milhões de anos) na região da Formação Romualdo, na Bacia do Araripe – Piauí*

26 de setembro de 2022 Por: Ana Vitória Machado Foureaux *Texto publicado também no espaço biótico <confira aqui> Um grupo de pesquisadores brasileiros registrou, pela primeira vez, um ovo fóssil na parte superior da Formação Romualdo, na região da Bacia do Araripe, no estado do Piauí. Este espécime foi coletado no ano de 2015, noContinuar lendo “De quem é este ovo? Primeiro registro de um ovo amniótico do Cretáceo Inferior (entre 145 e 100,5 milhões de anos) na região da Formação Romualdo, na Bacia do Araripe – Piauí*”