Novo estudo sobre a evolução da complexidade dentária em Squamata

23 de novembro de 2021 Por: Pedro Henrique Santiago Godinho No que diz respeito as adaptações dentárias e seu papel na evolução, foi examinado a complexidade dentária em Squamata, uma ordem pertencente à classe dos répteis, ao qual integram, por exemplo, as cobras, lagartos e anfisbenas. Neste estudo foram utilizados métodos morfológicos e filogenéticos entreContinuar lendo “Novo estudo sobre a evolução da complexidade dentária em Squamata”

Fósseis indicam a antiga união entre a América do Sul e o continente africano

23 de novembro de 2021 Por: Raí Leonardo No nordeste brasileiro se encontra a formação mais diversa em fósseis do período Cretáceo no norte da América do Sul, a Formação Alcântara, de idade Albiano-Cenomaniao (entre 113 e 94 milhões de anos). Um dos fatos que chama a atenção desse local, além da sua diversidade deContinuar lendo “Fósseis indicam a antiga união entre a América do Sul e o continente africano”

Aranha fóssil repatriada é nomeada em homenagem à Pabllo Vittar

23 de novembro de 2021 Por: Samuel Assad Castro Coury Palpimanidae é uma família de aranhas terrestres e noturnas comumente encontradas em regiões tropicais e subtropicais. São poucas as espécies descritas, principalmente por serem pouco estudadas, entretanto recentemente foi encontrado o fóssil do membro mais antigo dessa família nas américas: Cretapalpus vittar. Primeiramente vamos falarContinuar lendo “Aranha fóssil repatriada é nomeada em homenagem à Pabllo Vittar”

Bicho-de-pé na carapaça de Tatus-gigantes

20 de novembro de 2021 Por: Marcos Vinícius Borges Santos Dois paleontólogos brasileiros, Fábio Lima e Kleberson Porpino, encontraram possíveis registros de interação de parasitas com exemplares fósseis da megafauna brasileira. Este achado é de grande relevância para a biologia e para o país, uma vez que até o momento não há registros documentados deContinuar lendo “Bicho-de-pé na carapaça de Tatus-gigantes”

Paleontologia no século 21, o futuro dos fósseis

21 de novembro de 2021 Por: Sarah Morais de Souza Nas ultimas décadas, houveram grandes avanços nas ciências biológicas. Isso se deve a um melhor entendimento de áreas do conhecimento relacionadas à origem e à evolução da vida. A primeira delas é a biologia molecular, que estuda as coisas em escala de moléculas, com focoContinuar lendo “Paleontologia no século 21, o futuro dos fósseis”

Você já imaginou primatas vivendo na Era dos Dinossauros? Fósseis de primatas primitivos paleocênicos sugerem ancestral no Cretáceo

23 de novembro de 2021 Por: Maria Alves Quando falamos no Cretáceo, a era geológica que teve fim há cerca de 66 milhões de anos atrás, há sempre um destaque para a grande diversificação nos mais variados grupos de seres vivos. As radiações evolutivas levaram a um crescimento da biodiversidade em vegetais, insetos, anfíbios, répteis,Continuar lendo “Você já imaginou primatas vivendo na Era dos Dinossauros? Fósseis de primatas primitivos paleocênicos sugerem ancestral no Cretáceo”

Arte e paleontologia: modelos didáticos de plantas extintas

21 de novembro de 2021 Por: Bruna Aquino Sabe-se que a abordagem de conteúdos de Paleontologia é uma sugestão presente nos Parâmetros Curriculares Nacionais e que a condução deste assunto dentro de sala geralmente ocorre por visões distorcidas ou erradas que muitas vezes são difundidas pelos meios de comunicação, vê-se então a necessidade de recursosContinuar lendo “Arte e paleontologia: modelos didáticos de plantas extintas”

Fósseis de insetos como bioindicadores no estudo de alterações ambientais

20 de janeiro de 2021 Por: Clara Ferreira Nogueira O artigo publicado na Revista Brasileira de Zoociências, em dezembro de 2006, trata do estudo de insetos fósseis da Formação de Santana como bioindicadores de mudanças ambientais no Cretáceo Inferior. Esse estudo foi produzido por Rafael Gioia Martins-Neto e sua importância está no uso de fósseisContinuar lendo “Fósseis de insetos como bioindicadores no estudo de alterações ambientais”

Fósseis de plantas permitem a reconstrução do clima da Amazônia Oriental durante o Oligoceno/Mioceno

17 de janeiro de 2021 Por: Karolina Dias Cientistas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) realizaram interpretações do clima da Amazônia Oriental durante as épocas do Oligocendo/Mioceno a partir de fósseis de plantas encontrados na localidade de Caieira – Pará, região Norte do país. Fósseis bem preservados de 19 espécies de plantas das épocas doContinuar lendo “Fósseis de plantas permitem a reconstrução do clima da Amazônia Oriental durante o Oligoceno/Mioceno”

Descoberta de tecidos moles e elásticos em fóssil de um Tyrannosaurus rex

18 de janeiro de 2021 Por: Ana Cláudia Martins Quando pensamos em dinossauros logo pensamos em fósseis, o que nos leva a pensar em ossos. Pois bem, depois da pesquisa da doutora Mary Schweitzer, podemos associar dinossauros também com achados de tecidos moles e elásticos. No ano 2000 a doutora Mary H. Schweitzer e seusContinuar lendo “Descoberta de tecidos moles e elásticos em fóssil de um Tyrannosaurus rex