Utilizando Inteligência Artificial na identificação de fósseis de grãos de pólen

22 de março de 2020 Por: Francisco Carmo A palinologia é a área da botânica que estuda grãos de pólen e esporos, tanto de plantas modernas quanto de fósseis. Devido ao fato dessas estruturas vegetais possuírem tecidos de proteção muito resistentes, muitas acabam por resistir aos efeitos do tempo, se tornando um dos tipos deContinuar lendo “Utilizando Inteligência Artificial na identificação de fósseis de grãos de pólen”

Os paleoambientes da Formação Tatuí podem ser deduzidos através da análise de novas informações de processos de deposição?

21 de março de 2020 Por: Laura Fernandes Os ambientes paleontológicos são resultantes de amplas mudanças e variações dos processos sedimentológicos ao logo do tempo. A Formação Tatuí, área eopermiana localizada na Bacia do Paraná, região centro-leste do Estado de São Paulo, não poderia ser diferente. Em sua composição, há camadas de argilitos e arenitosContinuar lendo “Os paleoambientes da Formação Tatuí podem ser deduzidos através da análise de novas informações de processos de deposição?”

A comida preferida das lhamas do Pleistoceno

20 de março de 2020 Por: Letícia A. Barbosa Um assunto que gera bastante curiosidade no meio científico é a descoberta dos tipos de alimentação dos grandes mamíferos extintos do continente americano. Embora conclusões e informações concretas sobre esse tópico sejam difíceis de ser alcançadas, pode-se ter uma luz quando existem coprólitos encontrados na mesmaContinuar lendo “A comida preferida das lhamas do Pleistoceno”