Ictiossauro: o réptil que se parece com o golfinho

17 de maio de 2022

Por: Izamara Martins Verteiro

Os ictiossauros eram répteis marinhos que se pareciam com os golfinhos atuais, em algumas características. Esses animais aquáticos viveram na Era Mesozoica, também conhecida como a Era dos Répteis. Entretanto, para os paleontólogos, a origem desse grupo ainda é ligeiramente enigmática. O que já se sabe é que esses répteis não podem ser considerados como dinossauros.

Eles tinham muitas características de sua forma em comum com os golfinhos. Tinham nadadeiras dorsais, seu corpo permitia uma maior hidrodinâmica devido sua forma em fuso. Também, eles precisavam vir regularmente à superfície para respirar.

Além disso, similarmente aos golfinhos, eles eram vivíparos, ou seja, o embrião desses animais se desenvolvia dentro do útero materno. Portanto, eles davam à luz a filhotes completamente formados, em vez de botar ovos como os demais répteis.

O tamanho dos ictiossauros podia variar de cerca de 1 a 15 metros de comprimento, tendo um globo ocular grande, até então considerado um dos maiores dentre os animais. Eles tinham pulmões, ou seja, respiravam o ar atmosférico. Acredita-se que esses predadores aquáticos tenham evoluído de uma população de répteis terrestres ancestrais, que se adaptaram à vida no ambiente aquático.

De acordo com pesquisadores, a maioria dos fósseis dos ictiossauros fósseis encontrados hoje foram preservados em calcários laminados. Grande parte desse grupo é encontrada no período geológico do Jurássico, com idade aproximada de 200 a 145 milhões de anos.

Artigo fonte: SGARBI, G. N. C.; BITTENCOURT, J.; MARINHO, T. da S. Répteis que um dia dominaram os mares. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 12, n. 1, p. 69–77, 2016. DOI: 10.20396/td.v12i1.8645966. <Clique aqui para acessar o artigo fonte>

Fonte e legenda da imagem de capa: Ilustração de um ictiossauro do gênero Platypterygius. Figura extraída do artigo fonte.

Publicado por Alexandre Liparini

Mineiro, gaúcho, sergipano, e por que não, alemão? No caminho sempre a paleontologia como paixão e agora como profissão. Adora dar aulas e pesquisar sobre origens e evolução. Se esse for o tema, podem perguntar, por que não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: