Seria este o primeiro registro fóssil de ovo amniótico contendo restos embrionários pertencente aos Crocodylomorpha?

19 de janeiro de 2021

Por: Amanda Cristina Pereira Antônio

Pesquisadores brasileiros descobriram o primeiro registro fóssil de um ovo amniótico na formação Romualdo, possivelmente pertencente ao grupo Crocodylomorpha (crocodilos e seus parentes extintos). A formação Romualdo é um dos mais importantes sítios paleontológicos do Brasil e está situada na Bacia do Araripe no estado do Piauí.

O registro fóssil encontrado se enquadra no grupo dos icnofósseis, que são os vestígios de atividade biológica de um organismo, incluindo pegadas, escavações, coprólitos (fezes fossilizadas), ovos e ninhos. O estudo dos icnofósseis é muito relevante para auxiliar nas interpretações das atividades orgânicas, no entendimento do comportamento dos organismos e das condições de sedimentação do passado em um tempo geológico específico.

Por serem fósseis muito frágeis, os registros de ovos amnióticos são raros, sendo grande parte dos registros existentes pertencente ao grupo dos dinossauros. No Brasil, já foram encontrados registros de ovos inteiros e fragmentados de alguns grupos em outras regiões, mas esse é o primeiro registro de ovo amniótico encontrado na formação Romualdo.

O icnofóssil do ovo amniótico encontrado e descrito no artigo publicado em 2020, foi preservado em uma concreção calcária e o estudo realizado apresenta a descrição detalhada das características morfológicas do ovo e da casca, além da comparação do ovo fóssil encontrado com outros ovos de crocordilomorfos extintos e viventes.

Através da análise das características estruturais morfológicas da casca, os pesquisadores observaram que o ovo amniótico fossilizado encontrado difere dos ovos fósseis de outros organismos de Crocodylomorpha quanto ao seu menor tamanho e casca mais espessa. Além disso, foi possível reconhecer possíveis estruturas anatômicas de um embrião, através de imagens de tomografia e estudos de correlação entre estruturas anatômicas encontradas em outra espécie do grupo. Apesar da limitação das amostras analisadas ter dificultado uma conclusão mais precisa, os autores sugerem que esse poderia ser o primeiro ovo fóssil contendo restos embrionários atribuídos ao grupo dos crocordilomorfos encontrado no mundo. O estudo dos ovos amnióticos fossilizados são muito importantes, já que contribuem para o entendimento dos aspectos reprodutivos e evolutivos dos vertebrados. O material fóssil encontrado foi depositado no acervo fóssil do Museu Dom José, localizado no município de Sobral, no estado do Ceará.

Artigo fonte: Abreu, Dayanne; Viana, Maria Somália S.; Oliveira, Paulo Victor de; Viana, Gustavo Fernandes; Borges-Nojosa, Diva Maria. (2020). First record of an amniotic egg from the romualdo formation (Lower cretaceous, Araripe Basin, Brazil). Revista Brasileira de Paleontologia, v. 23, n. 3, p. 185–193. Doi: 10.4072/rbp.2020.3.03 <Clique aqui para acessar o artigo fonte>

Legenda e fonte da imagem: Correlação das principais características entre um embrião de um crocodiliano vivente (Caiman latirostris), e dos possíveis restos embrionários presente no ovo fóssil encontrado. A: seção sagital do embrião de Caiman latirostris. B: imagem de tomografia de Caiman latirostris dentro do ovo. C: imagem de tomografia do ovo fóssil (1- casca do ovo, 2- crânio, 3- coluna vertebral, 4- região abdominal). (Extraída e modificada do artigo fonte).

Publicado por Alexandre Liparini

Mineiro, gaúcho, sergipano, e por que não, alemão? No caminho sempre a paleontologia como paixão e agora como profissão. Adora dar aulas e pesquisar sobre origens e evolução. Se esse for o tema, podem perguntar, por que não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: