Os dentes podem dizer a preferência alimentar

15 de setembro de 2020

Por: Rodrigo Dores

Cientistas analisaram a morfologia dentária de vertebrados, como peixes e répteis, do Cretáceo Superior e Paleoceno. Seres que pertenciam a Bacia da Paraíba e que por meio do estudo conseguiram apresentar possíveis hábitos alimentares para esses animais.

A pesquisa tem ponto central nas regiões entre Recife e Paraíba, onde se localiza a bacia sedimentar. Local de corriqueiros estudos paleontológicos devido a rica quantidade de fósseis já encontradas e estudadas por lá, que vão desde plantas fossilizadas a conteúdos ósseos e dentários de peixes e répteis. E através dessa dentição encontrada facilitou-se um maior estudo sobre possíveis dietas desses fósseis da região da bacia da Paraíba.

Para iniciar essa análise das placas e dentes coletados, os cientistas em parceria com UFPE e UFRPE, precisaram ser mais minuciosos e verificar características como a presença ou ausência de coroa e raiz dos dentes, a forma do esmalte e outras características diferentes. E assim, propuseram definições a respeito dos tipos de dentes (agarrador, esmagador, cortador perfurador e arrancador) isso tudo foi definido relacionando peixes, répteis e mamíferos marinhos viventes como tentativa para inferir os prováveis hábitos dos vertebrados da bacia.

Classificações científicas

Os cientistas conseguiram através de análises feitas dos dentes e estudos prévios elencar diferentes classificações e dietas alimentares para os vertebrados da bacia do paraíba, envolvendo classes de peixes e Reptilia. Por meio disso e do estudo morfológico da dentição, foram relacionados aos vertebrados, que provavelmente viviam nessa região. Como tubarões (Ginglymostoma e Odontaspis Tipo 1, na figura acima) classificados com dentição para esmagar e/ou perfurar as presas, as raias (Apocopodon, Myliobatis Tipo 2) com dentes usados para fragmentar, peixes ósseos e Reptilias (Enchodus, mosasaurus, crocodiloformes. Tipos 3, 4 e 5) com dentição para dominar e quebrar os ossos da presa.

Assim propuseram os hábitos alimentares desses vertebrados da bacia, em que tubarões poderiam se alimentar desde moluscos e crustáceos até peixes maiores e outros tubarões. Já as raias se alimentavam mais de invertebrados como os moluscos, e os peixes ósseos com os seus dentes trituradores tinham uma dieta que variava entre animais que possuem conchas como os bivalves, outros peixes menores e as lulas. Enquanto os répteis e os mosassauros, que eram considerados uns dos maiores predadores dos mares no Cretáceo, podiam ter uma alimentação incluindo peixes e outros répteis marinhos.

Cretáceo e Paleoceno

Os pesquisadores puderam concluir, por meio de relações das diversidades estudadas, em que os tubarões (agarrador, cortador e arrancador) predominaram no Cretáceo superior com representantes no Paleoceno. Enquanto raias e mosassauros (esmagador, triturador, agarrador e cortador) predominaram no Cretáceo e no Paleoceno.

Artigo fonte: Márcia Cristina da Silca, Alcina Magnólia Barreto, Ismar de Souza Carvalho e Marise Sardenberg Salgado de Carvalho. (2007) . Relação entre a Morfologia da Dentição e os Hábitos Alimentares dos Vertebrados da Bacia da Paraíba, Nordeste do Brasil. Editora Interciência. Paleontologia: Cenários de vida, v.1, p. 441-448. <Clique aqui para acessar o artigo fonte>

Legenda e fonte da imagem: Dentes encontrados na Bacia do paraíba. Tipo 1 – Tubarões Tipo 2 – Raias, peixes ósseos e mosassauros. Tipo 3 – Répteis Tipo 4 e 5 – Tubarões. (Imagem adaptada do artigo fonte.)

Publicado por Alexandre Liparini

Mineiro, gaúcho, sergipano, e por que não, alemão? No caminho sempre a paleontologia como paixão e agora como profissão. Adora dar aulas e pesquisar sobre origens e evolução. Se esse for o tema, podem perguntar, por que não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: