Estudo propõe a associação entre traços fossilíferos e fácies metamórficas do norte de Minas Gerais

16 de maio de 2022

Por: Gabriela de Oliveira Borges

Uma análise recente de um mapeamento feito pela CPRM – Serviços Geológicos do Brasil sugere a existência de traços de fósseis de organismos complexos no município de Ibiracatu, no norte de Minas Gerais. Esses fósseis são, provavelmente, de organismos como artrópodes e poliquetas e foram encontrados em depósitos de turbiditos (depósitos formados por fluxos de água carregados de sedimentos), pertencentes a Formação Serra da Saudade, que é composta majoritariamente por rochas pelíticas (rochas clásticas de grãos finos), de idade Neoproterozoica ou Cambriana.

A área compreendida neste estudo inclui as rochas sedimentares pelítico-carbonáticas pertencentes principalmente aos grupos Bambuí e Santa Fé, que estão localizados na Bacia do São Francisco, composta por diversas outras supersequências cuja estratigrafia encontra-se especialmente no Neoproterozoico.

O trabalho foi realizado com base em três etapas: a primeira consistiu em uma campanha de mapeamento feita pela empresa de Serviços Geológicos do Brasil – CPRM, em que foram coletadas sete amostras com registros fósseis bem preservados. A segunda etapa foi uma revisão bibliográfica dos aspectos geológicos da região investigada, no intuito de compreender os métodos a serem utilizados na pesquisa. A terceira e última etapa consistiu em uma sessão de fotos das amostras e tratamento das imagens, de modo a destacar as estruturas sedimentares e traços fósseis identificadas.

Através da morfologia, ou seja, a aparência externa dos traços encontrados nas amostras analisadas, foi possível estabelecer uma classificação taxonômica (baseada nos grupos de organismos) e compará-los com análises de icnofósseis, e, dessa maneira, identificá-los oito agrupamentos icnofossilíferos, que incluem Aulichnites, Diplichnites, Dirmorphicnus, Quadrifidus, Sagittichnus, Gordia, Rusophycos, além de três icnofósseis que não puderam ser identificados e um molde externo de trilobita.

Além desses icnofósseis, também foram identificados determinados níveis de bioturbação (processo de alteração fisico-química do solo a partir da ação biológica) no topo dos arenitos e em alguns siltitos, além de uma assembleia icnofossilífera proveniente da Icnofácies Cruziana – região que representa a combinação de uma fácie sedimentar com traços de fósseis, que está relacionada a uma zona oceânica mais rasa. As fácies sedimentares, ou seja, o conjunto de características das rochas sedimentares da área analisada se agrupam, o que significa que essa seção é um registro de depósitos marinhos associados a fluxos de água, como os turbiditos.

Este estudo associa os icnofósseis e as fácies sedimentares, a fim de tentar estabelecer uma possível correlação dos traços fossíliferos com três formações pertencentes aos grupos Bambuí e Santa Fé, sendo elas: formações Serra da Saudades, Três Marias e Floresta. No entanto, é importante lembrar que o trabalho possui limitações e, nesse sentido, torna-se difícil identificar a qual unidade litoestratigráfica pertencem os traços fósseis identificados.

Artigo fonte: COSTA, Maria Laura Couto. Traços fósseis da sucessão turbidítica da região de Ibiracatu, Minas Gerais. 2021. 79 f. Monografia (Graduação em Engenharia Geológica) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2021. <Clique aqui para acessar a monografia>

Fonte e legenda da imagem de capa: Amostras retiradas do estudo com vestígios biológicos (traços de artrópodes). Figura extraída do texto fonte.

Publicado por Alexandre Liparini

Mineiro, gaúcho, sergipano, e por que não, alemão? No caminho sempre a paleontologia como paixão e agora como profissão. Adora dar aulas e pesquisar sobre origens e evolução. Se esse for o tema, podem perguntar, por que não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: