Alguns ovos de dinossauro tinham a casca mole? Descoberta revela um pouco sobre a estrutura dos ovos de dinossauros!

08 de março de 2021

Por: Henrique Morais Retes

Ovos de dinossauro possuíam a casa mole ou dura? Fósseis sempre apontaram que a casca de ovos de dinossauros era parecida com aquela de aves modernas, revestidas por cálcio. No entanto, novas descobertas apontam que os ovos de dinossauro eram mais diversos do que pensávamos.

Os ovos de galinha, codorna e outras aves que fazem parte da nossa dieta possuem uma casca dura repleta de cálcio protegendo o seu conteúdo. A casca dura não só protege o embrião de impactos, como também impede que ele perca a água e resseque. Ela é composta principalmente por carbonato de cálcio e proteínas, tornando a casca rígida e porosa. Alguns registros fósseis, descobertos na Mongólia e na China, sugerem que dinossauros possuíam uma estrutura semelhante aos ovos modernos, com camadas mineralizadas. No entanto, nem todos os ovos de répteis são assim! Ovos de algumas tartarugas possuem membranas flexíveis, sem aquela camada rígida. Pesquisadores estudaram registros fósseis de ovos de dois gêneros de dinossauros: Protoceratops e Mussaurus.

Protoceratops é um gênero de dinossauros próximos de demais ceratopsídeos, dinossauros parecidos com Triceratops e outros herbívoros grandes e chifrudos. Os Protoceratops, no entanto, eram bem menores e do tamanho aproximado de ovelhas, além de não possuírem chifres tão desenvolvidos assim. O gênero Mussaurus é parte dos saurópodes, com adultos que podiam chegar a seis metros de comprimento e pesar até uma tonelada. Os grandes mussaurídeos fazem parte do grupo Sauropodiformes, composto por grupos de grandes saurópodes, como o Brachiosaurus e Diplodocus.

A casca dos ovos dessas espécies são bem mais próximas dos ovos de tartarugas, sugerindo que apresentaram uma casca bem mais flexível que outros ovos. Estudos dos resíduos fósseis e sedimento revelaram que a camada preservada dos ovos não possuía os distintos depósitos mineralizados de cálcio da casca. Porém, encontraram camadas de produtos proteicos de fossilização, provenientes de uma casca mole. Os ovos de Protoceratops e Mussaurus possuíam diferenças entre si, com os ovos do protocerátopo apresentando camadas adicionadas de fosfato. Foram observadas películas carbonáceas finas nos ovos de Mussaurus. Estima-se que para a proteção contra dessecamento e impactos, espécimes desses gêneros enterravam seus ovos no chão para protegê-los, comportamento observado em outros grupos viventes, como tartarugas. O que mais você quer descobrir sobre paleontologia e dinossauros? Confira as outras matérias da página!

Artigo fonte: Norell, M.A.; Wiemann, J.; Fabbri, M.; Yu, C.; Marsicano, C.A.; Moore-Nall, A.; Varrichio, D.J.; Pol, D.; Zelenitsky, D. K. (2020). The first dinosaur egg was soft. Nature, v. 583, p. 406-410. Doi: 10.1038/s41586-020-2412-8 <Clique aqui para acessar o artigo fonte>

Legenda e fonte da imagem: Registro fóssil de um ovo de Mussaurus. (Extraída do artigo fonte).

Publicado por Alexandre Liparini

Mineiro, gaúcho, sergipano, e por que não, alemão? No caminho sempre a paleontologia como paixão e agora como profissão. Adora dar aulas e pesquisar sobre origens e evolução. Se esse for o tema, podem perguntar, por que não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: